Integração com a graduação

Atualmente, o Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) da UFES conta com cerca de 450 alunos de graduação beneficiados diretamente pela experiência do convívio com docentes e alunos da pós-graduação e também pela participação nas atividades de pesquisa. De forma efetiva, aos alunos de graduação são ofertadas disciplinas obrigatórias e eletivas relacionadas às linhas de pesquisa do programa. Os alunos tem acesso a todo material didático e laboratórios de pesquisa do programa. Em adição, há um número significativo de alunos de graduação envolvidos nas atividades de pesquisa, a grande maioria estimulada por bolsas de iniciação científica. Anualmente, em média 02 bolsistas IC são orientados por cada professor do PPGEM. De fato, quase todos os projetos desenvolvidos por professores do PPGEM envolvem alunos de graduação. Atualmente mais de 15 alunos de graduação atuam em projetos do PPGEM, a maioria como bolsistas. Vários destes alunos costumam dar continuidade aos seus estudos na pós-graduação, contribuindo para a redução do tempo médio de formação, que em 2013 foi de menos de 25 meses. Nos anos seguinte, 2014 e 2015, o tempo médio de formação foi em torno de 28 meses. Portanto, a coordenação do PPGEM tem como meta incentivar ainda mais o envolvimento de alunos de graduação nos projetos de pesquisa.

As principais fontes de financiamento dos alunos de IC são:

1) Bolsa de Monitoria – auxílio à docência e aos laboratórios;
2) Programa de Recursos Humanos em Petróleo e Gás – PRH29: que seleciona os alunos interessados em se formar com ênfase em petróleo. O PRH29 financia bolsas e taxas de bancada, via recursos oriundos de convênios e ou termos de cooperação com ANP e Petrobras.
3) Programa Double Diplôme Arts et Métiers ParisTech-UFES (franco-brasileiro BRAFITEC).
4) Ainda, quase todos projetos desenvolvidos por professores do PPGEM/UFES incluem alunos de IC.

Em consequência, os alunos de graduação recebem uma formação sólida e abrangente, garantindo sucesso e prestígio dos egressos da UFES no mercado de trabalho. Por outro lado, como já mencionado, uma fração significativa desses alunos formados alimenta o fluxo discente do PPGEM.
Em relação ao corpo docente do DEM/UFES, àqueles que desejam atuar no PPGEM se submetem aos mesmos padrões estabelecidos pelo regimento interno do PPGEM e dos critérios de avaliação CAPES. Desta forma a solicitação de atuação desses docentes na pós-graduação somente se dá após a comprovação de que seus índices sejam satisfeitos, bem como a aprovação do encaminhamento pelo Colegiado do Programa. Como forma de incentivar a contínua integração Graduação/Pós-graduação, todos os docentes do PPGEM, sem qualquer exceção, tem atividades de ensino e orientação na graduação.

O número de alunos de graduação co-autores de trabalhos do PPGEM também tem crescido significativamente. Em 2013 mais de 10 alunos participaram de trabalhos em congressos. Nos anos seguintes, 2014 e 2015 a média de participação de alunos se manteve.

Estágio de docência:

Atualmente, o estágio de docência é uma disciplina obrigatória do PPGEM aos alunos de Doutorado e optativa aos de mestrado. O processo segue o seguinte trâmite:

a) seleção pelo professor responsável pela disciplina na qual o estagiário desenvolverá suas atividades;
b) aprovação do programa de estágio pelo programa de Pós-Graduação;

O aluno pode ter como seu tutor um docente que não seja do Programa, embora o conteúdo do estágio deva ser aprovado e acompanhado pelo Programa. O estágio vale 1 crédito extra, mas não é usado para integralizar os 24 obrigatórios em disciplinas.

O aluno também pode cumprir seu estágio colaborando na orientação de um trabalho de fim curso, desde que tenha alguma relação com sua área de pesquisa no programa.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910