ANÁLISE da Tensão Limite de Escoamento em Emulsões A/o de Petróleo Parafínico

Nome: Gabriel Gomes Vargas
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 26/05/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Edson Jose Soares Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Edson Jose Soares Orientador
Fabio de Assis Ressel Pereira Examinador Externo
Flavio Barboza Campos Examinador Externo
Roney Leon Thompson Coorientador

Resumo: Fluidos n˜ao-newtonianos formados por dispers˜oes, como emuls˜oes, soluc¸˜oes e g´eis, podemmanifestarcaracter´ısticasviscoel´asticas,viscopl´asticasetixotr´opicas. Opetr´oleo, ao ser submetido a baixas temperaturas, tem seus cristais de parafina precipitados, dandoorigemaumaestruturaresistente. Entenderseucomportamentonessacondic¸˜ao cr´ıtica ´e fundamental para analisar o rein´ıcio da produc¸˜ao de ´oleo em poc¸os e dutos depois de uma parada de produc¸˜ao. O dimensionamento de equipamentos utilizados na repartida desses sistemas depende fundamentalmente da tens˜ao limite de escoamentodo ´oleoemproduc¸˜ao. Adependˆenciadascaracter´ısticasreol´ogicasdopetr´oleo com o hist´orico de cisalhamento e temperatura tornam as avaliac¸˜oes reol´ogicas complexas, `as vezes imprecisas e com baixa repetitividade. Neste trabalho as an´alises foram conduzidas em um reˆometro comercial do tipo (Haake Mars III), utilizando geometria placa-placa. Evidˆencias indicam que a temperatura inicial de pr´e-aquecimento do ´oleo ´e uma vari´avel importante no comportamento reol´ogico do fluido. Os resultados indicam que o aumento da temperatura inicial provoca um incremento na tens˜ao limite de escoamento at´e temperaturas pr´oximas a 80◦C, acima dessa temperatura observa-se uma invers˜ao na tens˜ao limite de escoamento nos dois ´oleos estudados. ´ E mostrado tamb´em a variac¸˜ao da tens˜ao limite de escoamento com a mudanc¸a da taxa de resfriamento que ´e exposto o petr´oleo em que os resultados encontram-se de acordo com a literatura al´em de uma an´alise da evaporac¸˜ao e perda de vol´ateis. No complexo estudo das emuls˜oes, foram realizadas medic¸˜oes de distribuic¸˜ao de tamanho de gotas e estudos morfol´ogicos. Aborda-se aqui importantes considerac¸˜oes com relac¸˜ao a tens˜ao limite de escoamento em emuls˜oes com baixo corte de ´agua e em emuls˜oes com alto corte de ´agua. Finalmente, ´e apresentado um modelo para verificac¸˜aodosparˆametrosreol´ogicos,apresentandoresultadoscoerentescomovisto experimentalmente.
palavras-chave: Tensão Limite de Escoamento, óleo Parafínico, Emulsão.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910