Análise Termoeconômica de uma Central de Cogeração de uma Indústria Siderúrgica

Nome: Igor Chaves Belisario
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 14/12/2012
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
José Joaquim Conceição Soares Santos Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Felipe Raul Ponce Arrieta Examinador Externo
João Luiz Calmon Nogueira da Gama Examinador Interno
José Joaquim Conceição Soares Santos Orientador

Resumo: Uma indústria siderúrgica que tem em seu parque industrial gases residuais dos processos disponíveis para geração de energia é o foco deste trabalho. Trata-se de uma central de cogeração operando em ciclo rankine, com três aquecedores regenerativos de alimentação fechados e um aberto, cuja função é atender as demandas de energia mecânica (para produção de ar soprado e energia elétrica) e energia térmica (vapor de processo) da usina. A avaliação termoeconômica através de alocação de custos foi aplicada utilizando três modelos termoeconômicos (Modelo E, Modelo E&S e Modelo H&S) além de suas variantes para formulação das equações auxiliares (critérios subproduto e multiproduto) com o intuito de determinar o custo exergético dos produtos finais da planta. Os resultados obtidos foram analisados considerando aspectos gerais da termodinâmica e da cogeração que permitiram o cálculo de eficiências, destruição de exergia nos equipamentos e indicadores de desempenho da planta. Dentre os modelos aplicados, o Modelo E&S apresentou resultados incoerentes com a termodinâmica e com a cogeração enquanto o Modelo E e o Modelo H&S se mostraram os mais satisfatórios para avaliação de centrais de cogeração de indústrias siderúrgicas. A limitação do Modelo E é a inaplicabilidade da desagregação total da planta.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910