Análise dos Efeitos da Composição do Eletrólito e Parâmetros de Soldagem Gtaw na Sensitização do Aço Inoxidável Ferrítico 11%cr

Nome: Pablo Altoé Amorim
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 10/01/2013
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Marcelo Camargo Severo de Macêdo Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Juan Manuel Pardal Examinador Externo
Marcelo Camargo Severo de Macêdo Orientador
Sérgio Souto Maior Tavares Examinador Interno

Resumo: O trabalho estuda o efeito da composição do eletrólito, do tratamento térmico pós fabricação e da variação da frequência de pulso do processo GTAW (Gas Tungsten Arc Welding) na sensitização do aço inoxidável ferrítico 11 %Cr. Foram realizados ensaios pelo método DL-EPR (Double-loop Electrochemical Potentiodynamic Reactivation), os quais mostraram que os compostos H2SO4 e KSCN interferem diretamente nas curvas de ativação e reativação, respectivamente. Além disso, a análise microestrutural indica que, apesar de valores baixos do grau de sensitização medidos em algumas soluções, as amostras foram mais atacadas quando comparadas a resultados de soluções que apresentaram maiores valores. O tratamento térmico em forno tipo Box, do aço em estudo, produziu grãos mais equiaxiais, dureza e susceptibilidade à corrosão ligeiramente maior que o tratamento em forno contínuo. Através dos experimentos e levantamento da área atacada, foi possível perceber que, a relação das áreas das curvas (Ar/Aa), é o melhor modo de representação do grau de sensitização para o material estudado. As amostras foram soldadas com diferentes frequências de pulso, para obter resultados referentes apenas deste parâmetro, foi mantida constante a energia imposta no sistema. A análise de microdureza revela que há um aumento significativo desta propriedade quando comparada ao material como recebido. Com a escolha das soluções adequadas, os resultados DL-EPR indicam que, a variação da frequência influenciou no grau de sensitização, porém, ao comparar com o material como recebido, as amostras soldadas possuem menor susceptibilidade à corrosão intergranular.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910