Influência do tempo de exposição a 475C nas propriedades mecânicas de aço superduplex

Resumo: Os Aços Inoxidáveis Super Duplex (AISD) são compostos por uma proporção aproximada de fases de 50% ferrita e 50% austenita. Essa proporção lhes confere boas propriedades mecânicas e de resistência à corrosão, o que justifica o intenso uso que esses materiais têm tido nas indústrias de óleo e gás, de papel e celulose, nuclear, dentre outras. Devido à temperatura de alguns processos nos quais esses materiais são empregados, ocorre a fragilização destes pela formação da fase alfa linha (α’). Esse fenômeno ocorre entre as temperaturas de 300 a 550°C e é intensificado a 475°C, recebendo, por isso, o nome de fragilização a 475°C. Nesse trabalho foi caracterizado o comportamento mecânico do aço UNS S32750 (SAF 2507) nas condições: como recebido, soldado e envelhecido por 4, 8 e 12 horas. Pôde-se observar a influência de aumento da resistência mecânica e dureza do material em detrimento de sua ductilidade.

Data de início: 2012-08-23
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Artur Pratti de Barros
Aluno Mestrado Bruno Lopes Valentim
Coordenador Marcelo Camargo Severo de Macêdo
Pesquisador Sérgio Souto Maior Tavares
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910